Os uniformes e figurinos na história da música

Os coreanos do BTS resgataram os uniformes e são a maior banda de K-Pop do mundo

Ao longo dos anos já tivemos diversos artistas e bandas que utilizaram de uniformes para se identificarem melhor com seu público e, com isso, serem mais facilmente lembrados no mundo da música. Algumas bandas, ainda, não adotaram uniformes iguais, mas sim um padrão de vestimenta, adotando, assim, uma identidade para o grupo.

Exemplos clássicos que vêm à cabeça são de bandas como Kiss, Village People e até mesmo os Beatles, que adotaram um estilo com ternos e cortes de cabelo parecidos, o que a história já comprovou que deu muito certo.

A banda Beatles fez sucesso com seu padrão de roupas

A banda Kiss talvez seja a primeira referência que lembramos quando o assunto é  figurino. Cada integrante usa uma fantasia que representa uma persona diferente, os mascarados americanos são até hoje sinônimo de sucesso e lotam arenas por todo o mundo.

A música sempre teve o poder de ditar modas e tendências na sociedade, por seu grande alcance e apelo. Quem não se lembra, por exemplo, das calças “boca de sino”? Elas eram muito usadas pelos adeptos da Disco Music, nos anos 70 e 80. Tem também o look usado pelas bandas de Glam Metal americanas dos anos 80, com seus visuais extravagantes, com muito laquê, calças coladas e abusando de estampas animais, como onças, zebras e tigres.

Apesar de falarmos muito dos anos 70 e 80, as bandas mais contemporâneas também adotaram padrões para se vestir em público, como nos anos 90, com o grunge, que era facilmente associado ao uso de calça jeans rasgadas e tênis. Essa moda, inclusive, hoje é bastante usada por modelos e pela sociedade em geral, por ser algo mais despojado.

A banda Kiss chocou a todos com suas fantasias como uniformes

O K-POP

Com uma ascensão gigantesca na década atual, o K-Pop (ritmo pop com características sul-coreanas) também utiliza de padrões de vestimentas para os shows de suas bandas. Muitas delas utilizam o terno como figurino, outras já partem para algo mais chamativo, com roupas brilhantes e algumas outras até mesmo metalizadas.

Para o jornalista do Jornal Destak e especialista em música, José Norberto Flesch, o visual do K-Pop chega como um resgate aos artistas que já usavam os padrões nos figurinos antes. “Não vejo evolução, vejo resgate. Mas conquista o público de uma maneira que foi deixada de lado durante a fase do ‘Rock largado’, quando qualquer visual estava bom”.

Temos também que lembrar que os sul-coreanos adotam versões mais “limpas” do que as bandas de rock, por exemplo, até mesmo para chegar no seu maior público, os adolescentes. Flesch ainda acredita que os figurinos do K-Pop resgatam também a questão de os fãs se sentirem parte da banda. “O K-Pop resgata um pouco disso, sim, mas por questão de estilo. A diferença é que o K-Pop adota a versão ‘limpinhos’ que bandas de rock e pop já tiveram, nunca algo como o visual do Kiss, por exemplo”.

E você? Quais os figurinos que você lembra quando o assunto é música? A W3 Uniformes está pronta para fazer com que sua banda seja também reconhecida pela parte visual e atinja um grande sucesso! Faça um orçamento com a gente.